15 ºC 25 ºC Rio de Janeiro
(21) 2542-2132 ouvinterj@band.com.br (21) 99623-6060
Testemunha acusa vereador e miliciano por morte de vereadora - Editoriais - Band News FM
Plantão

Política

Texto:
+
-

Testemunha acusa vereador e miliciano por morte de vereadora

Ela relata ter participado de reuniões entre político e líder do grupo paramilitar

Vereadora estava focada em combater o avanço da milícia em comunidades de Jacarepaguá (Foto: (Foto: Divulgação))

Uma testemunha ouvida no inquérito que apura a morte da vereadora Marielle Franco, do PSOL, e do motorista dela, Anderson Gomes, ligou um vereador e o homem apontado como o chefe da milícia que atua na Zona Oeste do Rio de Janeiro ao assassinato.

A informação foi divlgada pelo jornal O Globo, e confirmada pela BandNews FM. A testemunha - que trabalhava para o grupo paramilitar - relata ter acompanhado três reuniões entre Marcello Siciliano, do PHS, e Orlando Oliveira de Araújo, que está preso no Complexo Penitenciário de Gericinó.

Ambos estariam incomodados com a vereadora, que estava focada em combater o avanço da milícia em comunidades de Jacarepaguá.

Nesta terça-feira, deputados federais da Comissão Externa que acompanha as investigações questionaram ao delegado Fábio Cardoso, da Divisão de Homicídios, a não realização de exames de raio-x nas vítimas.

Depois do encontro, o deputado federal Jean Wyllys, do PSOL, disse acreditar que os agentes estão chegando ao responsável pelo crime.

Outra reportagem do jornal O Globo informou que a munição que matou Marielle veio de um lote quase duzentas vezes maior que o permitido.

O Exército informou que vai apurar o caso.

Por Luiza Muttoni, às 08/05/2018 - 21:27

NEWSLETTER
OU