TRANSPORTES

Metrô Bom
Navio Bom
Trem Bom
Avião Bom
Plataforma da FGV divulga dados sobre fluxo migratório - Editoriais - Band News FM

Cotidiano

Texto:
+
-

Plataforma da FGV divulga dados sobre fluxo migratório

A ferramenta torna acessíveis informações coletadas em pesquisa

Por Ana Lícia Soares, às 22/11/2018 - 13:22

00:00 / 00:00

Os dados contribuem para o desenvolvimento de políticas públicas (Foto: Ana Lícia Soares)

A inserção de um número maior de imigrantes no mercado de trabalho impactaria positivamente na economia brasileira, segundo a Fundação Getúlio Vargas. Em 2017, cerca de 122 mil imigrantes trabalhavam de modo formal no país recebendo entre 1 e dois salários mínimos.

O número de estrangeiros que vieram ao Brasil tentar uma nova oportunidade, no entanto, foi quatro vezes maior durante o 2010 e 2017. Mireile Mulila saiu do Congo em 2017 e quando chegou no Brasil conseguiu um emprego de agente de atendimento a refugiados na Cáritas do Rio.

Para saber o número exato de pessoas como ela que estão aqui no Brasil, a Fundação Getúlio Vargas lançou, nesta quinta-feira (22), as ferramentas Fluxo Migratório e Simulador Demográfico, que tornam públicas e acessíveis informações sobre a entrada de estrangeiros no Brasil e a saída de brasileiros do país.

Segundo o pesquisador da FGV, Wagner Oliveira, o mapeamento feito pelas plataformas permite que as pessoas, que ainda não deixaram o país de origem rumo ao Brasil, saibam quais são as vagas de trabalho disponíveis.

Haitianos, bolivianos, colombianos, cubanos e chineses são os imigrantes que mais procuraram o Brasil até 2017. De 2018 em diante, os venezuelanos foram os que mais buscaram o Brasil.

Segundo a FGV, no primeiro semestre, eles se tornaram a segunda nacionalidade com a maior movimentação no mercado de trabalho formal. Eles têm exercido funções como de atendente de lanchonete ou servente de obras.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio.

NEWSLETTER
OU